O Que Causa A Disfunção Erétil?

Rate this post

A primeira coisa precisa de conhecer é processo masculino de excitação sexual. É um processo muito complexo, que envolve o cérebro, as hormonas e as suas emoções. Também envolve os nervos, músculos e vasos sanguíneos. Se houver de errado com qualquer um destes sistemas, a disfunção erétil poderá acontecer.

O pénis faz-se compor por duas estruturas cilíndricas compostas por um tipo de tecido esponjoso. Quando um homem está excitado a nível sexual, o cérebro envia um impulso nervoso para fazer com que o sangue flua para estes mesmos músculos esponjosos que muitas vezes expande o tamanho do membro. Este afluxo de sangue para o pénis é o que faz com que ele endureça durante uma ereção.

Se a estimulação sexual é mantida, o sangue é retido no xtrasize verdade ou mentira pénis, que o mantém firme. Após a ejaculação, ou se a excitação sexual terminar, o excesso de sangue é drenado para fora do pénis e ele regressa ao seu tamanho e forma não ereta.

disfuncao-eretilEntão, o que provoca a disfunção eréctil? O elemento que a provoca é debatido regularmente e houve uma altura em que os médicos julgavam ser causada por fatores psicológicos. Mas nem sempre é o caso. Enquanto o stress e a autoestima são duas das razões mais comuns para este problema, o principal fator relacionado com disfunção eréctil é uma falta de cuidado com a saúde individual. As pessoas que têm problemas de saúde ou que estão regularmente sob medicação têm uma maior probabilidade em enfrentar a disfunção eréctil. Um problema físico muito comum que provoca a disfunção eréctil é o excesso de peso ou obesidade.

Também existem outras complicações relacionadas com a disfunção eréctil. Por exemplo, doenças cardiovasculares ou vasos sanguíneos obstruídos ou a aterosclerose provocam disfunção eréctil pois impedem uma saudável circulação sanguínea que é essencial para a ereção. Diabetes, pressão arterial elevada e problemas na tiroide também contribuem para este problema.

cirurgia-pelvicaOutro problema provoca disfunção erétil é uma cirurgia pélvica. Ela pode impedir o fluxo de sangue, ou até mesmo romper as células nervosas e inibir a ereção. Os homens também podem sofrer desse problema caso tenham lesões na medula espinhal que afetem o corpo da cintura para baixo. Em casos como estes, a disfunção eréctil não tem tratamento e causará problemas permanentes na ereção, ou uma não-ereção, dependendo do quão grave é a lesão espinal.

O consumo de tabaco, o que afeta a produção hormonal e os espermatozoides, também podem causar disfunção eréctil. Alguns medicamentos prescritos afetam igualmente a capacidade de um homem de suster as suas ereções, especialmente os medicamentos que são utilizados para o tratamento de pressão arterial elevada. A quimioterapia e outros tratamentos para o cancro também podem causar disfunção eréctil. Na maioria das vezes, os médicos olham para a disfunção eréctil apenas como sintoma de um problema maior, concentram-se no tratamento ou gestão dessa questão médica e, geralmente, os problemas de ereção corrigir-se-ão.

O cérebro também tem um papel primordial no processo que permite a ereção, que começa com a excitação sexual. Os problemas emocionais como depressão, ansiedade, stress, fadiga ou complicações de comunicação sexual podem causar ou agravar os problemas de ereção. Em muitos casos, a predisposição física e a pressão psicológica é a razão pela qual ocorre a disfunção eréctil. Por exemplo, um homem que já tenha algum pequeno problema físico, como colesterol elevado, podem sentir-se mais atencioso sobre se conseguirá sustentar sua ereção por tempo suficiente. O problema decorrente pode ser um problema prolongado de ereção.

DEIXE UMA RESPOSTA